Universo Moda

Tudo sobre moda, design, beleza, decoração e o mais que faz bem a alma e o coração

5 cidades para colheita urbana ao redor do mundo

Você já ouviu falar em colheita urbana (Urban Foraging)? É um movimento liderado por chefs de renome mundial, como o Rene Redzepi do restaurante dinamarquês Nona, que usam ingredientes locais e coletados livremente no ambiente urbano. Esse movimento, também chamado de forrageamento em português, vem se espalhando pelo mundo e cada vez mais gente está indo às ruas para caçar seus próprios alimentos.

Apesar da palavra “colheita” poder nos remeter àquela bucólica atividade de buscar amoras ou maças nos quintais, agora a atividade é praticada às margens de rios urbanos, calçadas e linhas ferroviárias, que estão se provando um terreno fértil para os grupos de caçadores modernos.

Para inspirar os entusiastas do movimento – ou até mesmo os apenas curiosos – o Booking.com, maior site de reserva de acomodações do mundo, selecionou uma lista de 5 cidades globais e acomodações que acompanham a tendência.

Cidade do Cabo – África do Sul

A busca por alimentos na paisagem urbana está se tornando um estilo de vida na Cidade do Cabo. As praias da cidade abrigam uma variedade de alecrim, espinafre e Num Nums selvagens – frutos silvestres semelhantes a cranberries. A Sea Point Promenade é um ponto de forrageamento popular onde você pode mergulhar na biodiversidade marinha local, pegando ouriços do mar e alface do mar das piscinas naturais abundantes.

The Table Bay Hotel image006 (2)

Vários hotéis em Cape Town organizam experiências de forrageamento, mas a localização fantástica do Table Bay Hotel, próximo aos principais pontos da cidade para a colheita, torna-o perfeito para os interessados no movimento. Se você preferir ter alguém te guiando para poder descobrir o que é comestível ou não, o tour de primavera é o ideal. Os hóspedes podem passar o dia procurando por iguarias exóticas com o especialista em colheita urbana Charles Standing e o Chef Jocelyn Myers-Adams, enquanto vislumbra a linda vista do oceano.

Londres – Reino Unido

A comunidade de forrageamento em Londres é uma das mais ativas do mundo, com novos grupos constantemente emergindo para guiá-lo em sua missão de colheita urbana. Os grupos Abundance, Hackney Harvest e Urban Harvest são alguns que organizam incursões para colher flores comestíveis e mostrar árvores frutíferas na área.

Os espaços verdes de Londres – particularmente Wimbledon Common, Hampstead Heath e Epping Forest – são terrenos férteis para a proliferação de alimentos silvestres, por isso há passeios guiados que você pode participar para garantir que não vai pegar alguma planta venenosa. No geral, a capital inglesa é o lar de uma variedade surpreendente de comida selvagem, com desde sabugueiro e urtigas no verão até amoras e maçãs de caranguejo no outono.

image008 (1)

O restaurante londrino do chef Heston Blumenthal, Dinner, fica no hotel Mandarin Oriental, localizado no distrito fashion de Knightsbridge. O menu aqui é cheio de inovações inspiradas pela tradicional gastronomia britânica, como o prato “meat fruit”, que mistura fígado de frango e tangerina em uma receita que remonta ao século 16. O restaurante tem o sustentável Forager como fornecedor e se orgulha de suas receitas e ingredientes locais. A linda parte de trás do hotel dá para o Hyde Park, onde você pode aproveitar para fazer sua própria colheita urbana.

Melbourne – Austrália

Caçar ingredientes na Austrália pode ser muito mais proveitoso do que você poderia esperar. A cena de colheita urbana em Sidney e Melbourne é bem forte e os restaurantes que buscam seus próprios ingredientes estão se tornando imensamente popular em Melbourne. Exemplo disto é o Attica, do chef Ben Shewry, que já ganhou inúmeros prêmios por seus menus incomuns e sua abordagem diferente na procura por alimentos. Há uma variedade de excursões guiadas, workshops – como o Edible Weeds Walks -, bem como vários hotspots de colheita urbana.

Embora a cidade tenha diversos pontos para colheita e muitos restaurantes que aderem ao movimento, se você quiser ter uma verdadeira experiência de forrageamento, pode optar por fazer um passeio organizado pelo Edible Weeds ao Yarra Valley, que fica fora de Melbourne. E o Healesville Hotel é uma base perfeita para essa aventura. O hotel possui um menu gourmet impressionante cheio de receitas sazonais. Prove o Yarra Valley Pasta Linguine com couve e molho pesto, acompanhado com um dos excelentes vinhos locais.
image010

São Francisco

São Francisco aderiu tanto ao movimento, que tem sua própria ONG para colheita urbana – a ForageSF. A organização começou em 2008 com o objetivo de apoiar a comunidade de alimentos locais em vários projetos, incluindo o The Underground Market e o The Wild Kitchen. O último é uma espécie de superclube nômade, onde centenas de clientes sentam juntos em qualquer lugar – desde em um barco em Sausalito a um terraço no distrito Mission-, todos aproveitando alimentos sustentáveis e colhidos localmente. Se você quiser sujar suas mãos procurando por seus alimentos, os passeios promovidos pela Sea Forager são uma ótima opção para aprender a arte de como identificar guloseimas comestíveis ao longo da costa.

image015

Com vista para a frente do mar de São Francisco e para muitos dos principais pontos de forrageamento da cidade, o Hotel Vitale fica a apenas cinco minutos de caminhada do mercado Ferry Building. Este centro de venda de produtos locais é onde o restaurante italiano do hotel, Americano, busca seus ingredientes. Os menus aqui são cuidadosamente curados com sabores sazonais e robustos. O restaurante Americano também é conhecido por jantares com “alimentos selvagens”, com ingredientes coletados pelos próprios chefs.

Nova Iorque
O Central Park de Nova Iorque ou o Prospect Park do Brooklyn são paraísos para colheita urbana. O nova-iorquino Steve Brill promove expedições para achar ingredientes como alho selvagem e dente de leão. Outra apaixonada pelo movimento é a Leda Meredith, que também promove passeios pela cidade. Ela é autoridade no assunto e só se alimenta de produtos cultivados no Brooklyn.

O Peninsula Hotel, com sua localização privilegiada no centro de Manhattan, não só tem o seu próprio e impressionante restaurante no último piso, mas também promove passeios de colheita urbana e piqueniques. Durante duas horas, os hóspedes são levados a pontos escondidos próximos ao Central Park, onde ervas e vegetais crescem livremente. Os passeios seguem a filosofia do parque de não arrancar os ingredientes, mas ainda assim é uma boa oportunidade para aprender o que pode ser ingerido e o que se deve evitar. No fim, há um piquenique saudável e delicioso com ingredientes de origem local.

image014

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 03/12/2015 por em Cultura, gastronomia e marcado .

Informativo


Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 3.216 outros seguidores

Estatísticas do Site

  • 121,333 hits

Universo Moda

universomoda

universomoda

Consultora de Moda e beleza, administradora, palestrante, ufa ta bom Natal - RN · universomoda.wordpress.com

Links Pessoais

Visualizar Perfil Completo →

Bom dia.....nenhum outro lugar é tão bom .....

Siga-me no Twitter

Bom dia.....nenhum outro lugar é tão bom .....
Follow Universo Moda on WordPress.com

Hours & Info

1-202-555-1212
Lunch: 11am - 2pm
Dinner: M-Th 5pm - 11pm, Fri-Sat:5pm - 1am
%d blogueiros gostam disto: