Universo Moda

Tudo sobre moda, design, beleza, decoração e o mais que faz bem a alma e o coração

Participação de mulheres em cargos de gerente chega a 40,6% em 2016.

muher de negocios

A participação feminina cresceu em todos os cargos de gestão nos últimos cinco anos, de acordo com levantamento feito pela Catho, site de empregos líder no país, com base em informações de seu banco de dados. O maior aumento foi na posição de gerente, cargo no qual a fatia feminina cresceu de 35,26% em 2011 para 40,60% neste ano.

No período, a participação da mulher nos cargos de presidência passou de 22,91% para 24,5%. No nível de vice-presidência, a representatividade feminina foi de 25,20% em 2016, enquanto em diretoria, supervisão e encarregado, foi de 27,6%, 52,2% e 57,09%, respectivamente.

Na comparação do cenário atual com o visto em 2002, quando tem início a séria histórica do levantamento da Catho, também houve aumento expressivo na participação das mulheres nos principais cargos de gestão. O maior deles foi na posição de supervisão, com alta de 22,98 pontos percentuais. O cargo de gerente vem na sequência, com avanço de 18,44 pontos percentuais na participação feminina.

O levantamento da Catho também aponta o espaço que as mulheres têm em algumas áreas. Elas são maioria em Recursos Humanos, Educação, Administração, Relações Públicas, Turismo e Medicina e Saúde.

mulher de preto

Área

Participação feminina

Recursos Humanos

77,86%

Educação

62,91%

Administração

61,48%

Relações Públicas

60,89%

Turismo

54,41%

Medicina e Saúde

53,72%

Diferença salarial

A Catho também traçou um panorama da remuneração das profissionais brasileiras, com base em dados da 52ª edição da Pesquisa Salarial e de Benefícios. Os dados revelam que homens continuam a ganhar mais que mulheres, em média. A maior discrepância entre o valor pago para mulheres ocorre no nível de diretoria, posição na qual os homens ganham 46% a mais.

Nível Hierárquico Mulher Homem % que homens ganham a mais
Diretoria R$ 8.971,31 R$ 13.098,11 46%
Gerência R$ 5.151,34 R$ 6.645,23 29%
Coordenação R$ 4.038,23 R$ 4.724,73 17%
Supervisão R$ 3.701,71 R$ 4.256,97 15%
Prof.Júnior/Pleno/Sênior R$ 3.365,19 R$ 3.937,27 17%
Assistente/Aux./Op. R$ 1.383,84 R$ 1.522,22 10%
Fonte: 52ª Edição Pesquisa Salarial Catho – Jan/2016

Os dados da Catho também revelam que, quanto maior o nível hierárquico, maior é o percentual de homens que ganham mais que mulheres ocupando a mesma posição.

Nível Hierárquico

Percentual de homens que ganham mais que mulheres

Diretoria

81,70%

Gerência

66,30%

Coordenação

59,40%

Supervisão

64,20%

Profissionais Júnior/Pleno/Sênior

46,70%

Assistentes/ Auxiliar/ Operacionais

45,10%

Fonte: 52ª Edição Pesquisa Salarial Catho – Jan/2016

“A diferença salarial entre homens e mulheres ainda é uma questão preocupante. Vemos, no entanto, que há um número cada vez maior de empresas atentas a essa questão, sobretudo por meio do estímulo a programas de diversidade, e acreditamos que isso tende a estimular uma mudança de cenário. A capacidade e alto nível de profissionalismo demonstrados pela mulher são o principal meio para mudar esse quadro, que passa obviamente por um importante fator cultural”, afirma Murilo Cavellucci, diretor de gente e gestão da Catho.

O levantamento realizado pela Catho baseia-se em dados do Cadastro Catho e da Pesquisa Salarial. O Cadastro Catho é um banco de dados com informações de mais de 8 milhões de profissionais. Já a pesquisa salarial é um levantamento semestral que aponta o salário e benefícios dos trabalhadores brasileiros. A edição usada neste material foi a de Janeiro/16 (52ª) e contou com mais de 900 mi respondentes em 4.063 cidades de todo país.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 08/03/2016 por em Cultura e marcado , , .

Informativo


Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 3.230 outros seguidores

Atualizações Twitter

Estatísticas do Site

  • 137,668 hits

Universo Moda

universomoda

universomoda

Graduada em Administração de Empresas, com especialização em Comunicação de Moda e Comércio Exterior pelo Instituto Metodista de Ensino Superior/SP, atuando no mercado de moda e beleza há 20 anos como consultora (marketing de moda e pessoal, etiqueta no trabalho, visual), jornalista, produtora, palestrante e professora (UNP, SENAI, SENAC).

Links Pessoais

Visualizar Perfil Completo →

Sou uma leitora voraz e é com trechos da obra de Drummond  Clarice Lispector e Lya Luft, três dos meus autores preferidos que compartilho um pouquinho das fotos agora oficiais que produzimos sábado pelos 15 anos da minha afilhada Laura Rocha Moura.
Cada um de vocês que sonhou e realizou comigo esse momento, incluindo ai a aniversariante e o papai Marcelo Moura, estão representados nesses poemas.
Muito, muito obrigado pelo amor de cada um.
Laura, sua madrinha ama você com toda a força do coração dela.... "Há gente que, em vez de destruir, constrói; em lugar de invejar, presenteia; em vez de envenenar, embeleza; em lugar de dilacerar, reúne e agrega."
____________________Lya Luft

VERBO SER
Carlos Drummond de Andrade 
Que vai ser quando crescer? 
Vivem perguntando em redor. Que é ser? 
É ter um corpo, um jeito, um nome? 
Tenho os três. E sou? 
Tenho de mudar quando crescer? Usar outro nome, corpo e jeito? 
Ou a gente só principia a ser quando cresce? 
É terrível, ser? Dói? É bom? É triste? 
Ser; pronunciado tão depressa, e cabe tantas coisas? 
Repito: Ser, Ser, Ser. Er. R. 
Que vou ser quando crescer? 
Sou obrigado a? Posso escolher? 
Não dá para entender. Não vou ser. 
Vou crescer assim mesmo. 
Sem ser Esquecer. ----------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar." "Eu sou feita de tão pouca coisa e meu equilíbrio é tão frágil, que eu preciso de um excesso de segurança para me sentir mais ou menos segura." (...)Mas não sou completa, não. 
Completa lembra realizada. 
Realizada é acabada. 
Acabada é o que não se renova a cada instante da vida e do mundo. 
Eu vivo me completando... mas falta um bocado.
Clarice Lispector ---------------------------------------------------------------------------------------------------------
Fotos: Fabiano Guedes @fabiano_guedes 
Cabelo : Maria do Socorro (Help) – Salão Anninha – filial - @mary112345

Locação – Salão Anninha – Filial /@anninhacabeleireirosnatal

Siga-me no Twitter

Sou uma leitora voraz e é com trechos da obra de Drummond  Clarice Lispector e Lya Luft, três dos meus autores preferidos que compartilho um pouquinho das fotos agora oficiais que produzimos sábado pelos 15 anos da minha afilhada Laura Rocha Moura.
Cada um de vocês que sonhou e realizou comigo esse momento, incluindo ai a aniversariante e o papai Marcelo Moura, estão representados nesses poemas.
Muito, muito obrigado pelo amor de cada um.
Laura, sua madrinha ama você com toda a força do coração dela.... "Há gente que, em vez de destruir, constrói; em lugar de invejar, presenteia; em vez de envenenar, embeleza; em lugar de dilacerar, reúne e agrega."
____________________Lya Luft

VERBO SER
Carlos Drummond de Andrade 
Que vai ser quando crescer? 
Vivem perguntando em redor. Que é ser? 
É ter um corpo, um jeito, um nome? 
Tenho os três. E sou? 
Tenho de mudar quando crescer? Usar outro nome, corpo e jeito? 
Ou a gente só principia a ser quando cresce? 
É terrível, ser? Dói? É bom? É triste? 
Ser; pronunciado tão depressa, e cabe tantas coisas? 
Repito: Ser, Ser, Ser. Er. R. 
Que vou ser quando crescer? 
Sou obrigado a? Posso escolher? 
Não dá para entender. Não vou ser. 
Vou crescer assim mesmo. 
Sem ser Esquecer. ----------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar." "Eu sou feita de tão pouca coisa e meu equilíbrio é tão frágil, que eu preciso de um excesso de segurança para me sentir mais ou menos segura." (...)Mas não sou completa, não. 
Completa lembra realizada. 
Realizada é acabada. 
Acabada é o que não se renova a cada instante da vida e do mundo. 
Eu vivo me completando... mas falta um bocado.
Clarice Lispector ---------------------------------------------------------------------------------------------------------
Fotos: Fabiano Guedes @fabiano_guedes 
Cabelo : Maria do Socorro (Help) – Salão Anninha – filial - @mary112345

Locação – Salão Anninha – Filial /@anninhacabeleireirosnatal
Follow Universo Moda on WordPress.com

Hours & Info

1-202-555-1212
Lunch: 11am - 2pm
Dinner: M-Th 5pm - 11pm, Fri-Sat:5pm - 1am
%d blogueiros gostam disto: