Universo Moda

Tudo sobre moda, design, beleza, decoração e o mais que faz bem a alma e o coração

Guru da sucessão familiar reúne 26 grandes fortunas em evento

werner 4

Para celebrar os 33 anos da Werner Bornholdt Consultores, consultoria especializada em processos de gestão e sucessão familiar, o economista e PHD em psicologia das organizações Werner Bornholdt reúne, de forma voluntária, sem qualquer remuneração, 26 presidentes e diretores de famílias empresárias para compartilharem histórias de sucesso em governança corporativa. Inédito no Brasil, o evento, 1º Encontro de Empresas Familiares (Enef), será uma oportunidade para aprendizado e networking e contará com apresentações e palestras de CEO´s de empresas como Pernambucanas, Eliane Revestimentos, Famastil, PiccadillyCompany, Codorníu, apenas para citar alguns dos grandes nomes que farão parte dessa iniciativa.

Os executivos colocarão em debate os processos e estratégias para sustentar a cultura da empresa de uma geração para outra, a transição de gestão, o papel dos órgãos de governança em uma empresa familiar, além da exposição da história de sucessão da própria companhia que comandam.

Não é novidade que as empresas familiares representam a base da Economia em todos os países democráticos e economicamente robustos. Segundo Bornholdt, no Brasil, não é diferente, mas há muito espaço ainda para as famílias empresárias se empoderarem. “Em alguns países, como Japão e Itália, a participação das empresas familiares no PIB chega a ser o dobro da brasileira.”

Quanto ao desempenho das empresas familiares e não familiares, existe um gap surpreendente, relata Bornholdt, que já foi membro de 25 conselhos de administração, tendo sido também diretor e presidente de empresas multinacionais familiares: “nas últimas duas décadas, as empresas familiares de capital aberto cresceram 35% mais no faturamento que as não-familiares. Nesse período, o valor de mercado das companhias familiares foi 26% maior se comparado às empresas não-familiares.” Ainda de acordo com o especialista, menos de 8% das grandes empresas familiares brasileiras têm uma estrutura de governança e um planejamento de sucessão estruturado. Com o 1º Enef, Bornholdt pretende mostrar que é possível colocar em prática estratégias para fortalecer as famílias empresárias e perenizar as empresas familiares.

Empresas participantes

Membros da presidência e da alta diretoria das empresas convidadas, presidentes de conselhos e conselheiros participarão pessoalmente do evento, apresentando suas experiências, o que torna o Enef uma oportunidade única de reflexão sobre o tema sucessão em empresas familiares. Entre as histórias que serão contadas está a da PiccadillyCompany, uma das principais indústrias calçadistas brasileiras e que recentemente vivenciou a transição da gestão da organização para a terceira geração da família Grings. A presidência e grande parte da diretoria agora é composta pelas netas de Almiro Grings, que fundou a marca há 60 anos.

Os principais desafios de expansão enfrentados por herdeiros também serão temas de reflexão com o caso da BebidasFruki, empresa familiar fundada no interior do Rio Grande do Sul, em 1924, e que hoje é líder em alguns segmentos, competindo com multinacionais. Outras histórias versam sobre como transformar sonhos em realidade, como a história da RittaHöppner. O hotel, hoje um dos melhores do mundo na classificação do TripAdvisor, tem o parque Mini Mundo, empreendimento que nasceu do desejo de um avô em materializar as fantasias dos netos.

O evento contará também com a apresentação da mais antiga empresa familiar da Europa (desde 1551), a Codorníu, uma das principais produtoras mundiais de espumantes no mundo. Presente em três continentes, a Codorníu possui 550 membros familiares atuantes na empresa, da 15ª à 18ª geração, dos quais 220 acionistas familiares, somando cinco gerações de sucessões familiares bem sucedidas.

Outros setores representados são construção civil,alimentação, educação, hospitalidade, higiene e limpeza, varejo e setor elétrico.

Encontro de Empresas Familiares – ENEF
Quando: dias 12 e 13 de abril
Onde: Hotel Master Premium Gramado, em Gramado, RS
Informações: (54) 3286-3313
Inscrições e programação pelo http://www.enef.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 11/03/2016 por em Cultura e marcado , .

Informativo


Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 3.230 outros seguidores

Atualizações Twitter

Estatísticas do Site

  • 137,668 hits

Universo Moda

universomoda

universomoda

Graduada em Administração de Empresas, com especialização em Comunicação de Moda e Comércio Exterior pelo Instituto Metodista de Ensino Superior/SP, atuando no mercado de moda e beleza há 20 anos como consultora (marketing de moda e pessoal, etiqueta no trabalho, visual), jornalista, produtora, palestrante e professora (UNP, SENAI, SENAC).

Links Pessoais

Visualizar Perfil Completo →

Sou uma leitora voraz e é com trechos da obra de Drummond  Clarice Lispector e Lya Luft, três dos meus autores preferidos que compartilho um pouquinho das fotos agora oficiais que produzimos sábado pelos 15 anos da minha afilhada Laura Rocha Moura.
Cada um de vocês que sonhou e realizou comigo esse momento, incluindo ai a aniversariante e o papai Marcelo Moura, estão representados nesses poemas.
Muito, muito obrigado pelo amor de cada um.
Laura, sua madrinha ama você com toda a força do coração dela.... "Há gente que, em vez de destruir, constrói; em lugar de invejar, presenteia; em vez de envenenar, embeleza; em lugar de dilacerar, reúne e agrega."
____________________Lya Luft

VERBO SER
Carlos Drummond de Andrade 
Que vai ser quando crescer? 
Vivem perguntando em redor. Que é ser? 
É ter um corpo, um jeito, um nome? 
Tenho os três. E sou? 
Tenho de mudar quando crescer? Usar outro nome, corpo e jeito? 
Ou a gente só principia a ser quando cresce? 
É terrível, ser? Dói? É bom? É triste? 
Ser; pronunciado tão depressa, e cabe tantas coisas? 
Repito: Ser, Ser, Ser. Er. R. 
Que vou ser quando crescer? 
Sou obrigado a? Posso escolher? 
Não dá para entender. Não vou ser. 
Vou crescer assim mesmo. 
Sem ser Esquecer. ----------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar." "Eu sou feita de tão pouca coisa e meu equilíbrio é tão frágil, que eu preciso de um excesso de segurança para me sentir mais ou menos segura." (...)Mas não sou completa, não. 
Completa lembra realizada. 
Realizada é acabada. 
Acabada é o que não se renova a cada instante da vida e do mundo. 
Eu vivo me completando... mas falta um bocado.
Clarice Lispector ---------------------------------------------------------------------------------------------------------
Fotos: Fabiano Guedes @fabiano_guedes 
Cabelo : Maria do Socorro (Help) – Salão Anninha – filial - @mary112345

Locação – Salão Anninha – Filial /@anninhacabeleireirosnatal

Siga-me no Twitter

Sou uma leitora voraz e é com trechos da obra de Drummond  Clarice Lispector e Lya Luft, três dos meus autores preferidos que compartilho um pouquinho das fotos agora oficiais que produzimos sábado pelos 15 anos da minha afilhada Laura Rocha Moura.
Cada um de vocês que sonhou e realizou comigo esse momento, incluindo ai a aniversariante e o papai Marcelo Moura, estão representados nesses poemas.
Muito, muito obrigado pelo amor de cada um.
Laura, sua madrinha ama você com toda a força do coração dela.... "Há gente que, em vez de destruir, constrói; em lugar de invejar, presenteia; em vez de envenenar, embeleza; em lugar de dilacerar, reúne e agrega."
____________________Lya Luft

VERBO SER
Carlos Drummond de Andrade 
Que vai ser quando crescer? 
Vivem perguntando em redor. Que é ser? 
É ter um corpo, um jeito, um nome? 
Tenho os três. E sou? 
Tenho de mudar quando crescer? Usar outro nome, corpo e jeito? 
Ou a gente só principia a ser quando cresce? 
É terrível, ser? Dói? É bom? É triste? 
Ser; pronunciado tão depressa, e cabe tantas coisas? 
Repito: Ser, Ser, Ser. Er. R. 
Que vou ser quando crescer? 
Sou obrigado a? Posso escolher? 
Não dá para entender. Não vou ser. 
Vou crescer assim mesmo. 
Sem ser Esquecer. ----------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar." "Eu sou feita de tão pouca coisa e meu equilíbrio é tão frágil, que eu preciso de um excesso de segurança para me sentir mais ou menos segura." (...)Mas não sou completa, não. 
Completa lembra realizada. 
Realizada é acabada. 
Acabada é o que não se renova a cada instante da vida e do mundo. 
Eu vivo me completando... mas falta um bocado.
Clarice Lispector ---------------------------------------------------------------------------------------------------------
Fotos: Fabiano Guedes @fabiano_guedes 
Cabelo : Maria do Socorro (Help) – Salão Anninha – filial - @mary112345

Locação – Salão Anninha – Filial /@anninhacabeleireirosnatal
Follow Universo Moda on WordPress.com

Hours & Info

1-202-555-1212
Lunch: 11am - 2pm
Dinner: M-Th 5pm - 11pm, Fri-Sat:5pm - 1am
%d blogueiros gostam disto: